Translate

16 outubro 2011

Meu amor de ontem

Tão bonito...
Semente lançada
Do presente
Em presente
Ao futuro
Nosso amor de ontem
Dos corpos colados
Na dança da música
Especial que ficou
Gravada
Na pele
Nos poros
Na alma
Em partitura da vida
Nos risos conjuntos
Nas brincadeiras constantes
Em horas inebriantes
Dos desejos somados
Realizados
Sob o conluio da lua
Ou sob os beijos do sol
Células somadas
No jardim celeste
De flores então
Feitas filhos
Em “sobre nome” do amor
Enraizado
Sólido
Delicioso
Como cálice de licor
De eterno sabor
Foi se embora
De repente
Embarcado numa nuvem
Singrou o espaço
E etéreo permanece
Numa casa furta cor
Onde me espera
Na continuidade
Esse meu amor....de ontem

Criado e postado por Márcia Fernandes Vilarinho Lopes

Um comentário:

  1. A música eterna é a do amor perfeito, parabéns. Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentario. Ele é muito importante para este blog poder crescer.